Você está em HomeVida CristaFale para o irmão que está aí do seu lado
Vida Crista

Fale para o irmão que está aí do seu lado

Fale para o irmão que está aí do seu lado

No culto você já ouviu a expressão a seguir, não é mesmo? Diga para o irmão que está aí do seu lado que esta semana vai ser muito abençoada! Falou? Agora vire para o outro irmão e diga: “Jesus está aqui irmão”!

Muitos pastores e pregadores andam fazendo e falando cada coisa nos cultos ultimamente? Pai Santo, as pessoas estão perdendo a simplicidade que há em Cristo. 2 Co 11. 3

Fico cá imaginando como é que certos pastores interpretam estes versículos. Certas práticas, embora inofensivas, estão longe de ter respaldo na Palavra de Deus.

Esta prática é uma técnica de PNL (Programação Neurolínguistica), para fixar a aprendizagem por meios de mensagens subliminares, ocorre que há abusos.

Nas igrejas os irmãos ficam parecendo aqueles bonecões de Olinda.

Olhe para seu irmão

Notaram que fiz certa ironia, já imaginou a seguinte cena, o pastor pede “Olhe para o irmão que está do seu lado e diga que ele é bonito” O gaúcho do bigodão e já traumatizado, vai logo pensar: “Misiricredo! Vai pedir isto logo pra mim?”

Há os que defendem a pratica, argumentando que é saudável, pois é a oportunidade dos irmãos se conhecerem, ou ao menos se olharem durante o culto.

Ocorre que muitas pessoas ficam constrangidas com este comportamento. O que era para ser uma benção, torna-se um tormento, pois quem passou pelo constrangimento vai até procurar outra igreja para congregar. 

O que tem de irmão tomando cotoveladas nos cultos, a toda hora há pastores que pedem “Dá uma cutucada aí no seu irmão e diga que Jesus vai fazer seu milagre ainda hoje”. O irmão aborrecido, pensa logo “Ah, é, e se não fizer posso ir ao Procon?”. Jesus, chicoteia!

“Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo”.

Evangelho pobre, na prática e no conteúdo

Não concordo de forma alguma com quem argumenta que quem faz isto, o faz por não conhecer a Palavra de Deus.

Tenho visto e assistido a ministrações, líderes há que tem um bom lastro espiritual e conhecimentos, mas tem este costume nefasto. Viver com este comportamento é viver um evangelho pobre.

Não encontramos passagem alguma nas Sagradas Escrituras ou algum apostolo profeta ou discípulo de Jesus se utilizando destas práticas, por isto a recomendação de Paulo aos Coríntios para que não se afastasse da simplicidade presente em Cristo.

Recentemente fui a uma igreja. O culto estava maravilhoso, o pastor tem uma boa pregação expositiva, mas a todo o momento ele bradava “Posso ouvir um amém!” Nossa, que coisa aborrecida!

Temas Relacionado:

Concluindo, lembro que o culto deve ser feito de forma racional, com inteligência e acima de tudo espontâneo. (Rm 12. 2),

O culto não deve ter amarras de qualquer natureza. O elemento surpresa é de grande destaque, mas o que se torna repetitivo, perde o interesse. A continuidade é uma agressão a alma.