Livro de Gênesis, autoridade e fundamento da fé cristã

Gênesis é o primeiro livro da Bíblia. Ele abrange uma ampla gama de histórias bem conhecidas do Antigo Testamento e nos dá um grande entendimento do nosso Criador e sua criação. Conhecer o livro de Gênesis é fundamental para entender com clareza os demais livros das Sagradas Escrituras.

O primeiro versículo de Gênesis é tido como o mais importante, visto que é nele que está a autoridade e fundamento de tudo o mais que pode ser lido no restante da Bíblia.

O livro do Gênesis começa com a criação do mundo e as primeiras pessoas, Adão e Eva. Há o registro do nascimento do pecado original quando ambos comem da árvore do conhecimento.

O pecado é sempre um resultado de uma decisão consumada. O Pecado Original, que flui a partir da trágica decisão de Adão e Eva, nos leva a herdar uma humanidade debilitada que, a partir do momento da concepção, é distanciado de Deus.

Nós seguimos o seu exílio do Éden e as suas vidas, como eles têm filhos e as dificuldades da primeira família. Claro, Gênesis também mostra o primeiro assassinato cometido por Caim contra o seu irmão Abel.

Os registros continuam com a linhagem Noé e o Dilúvio. Deus foi tão repugnado com o comportamento dos seres humanos e seu desprezo para com a sua santidade, que Ele escolheu o único homem justo sobre a terra, Noé e sua família para sobreviver junto com dois espécimes de cada criatura.

Deus enviou o dilúvio e eliminou todos os seres vivos na terra ou no céu. O recomeço de um “novo mundo” afligiu tanto Deus que Ele prometeu nunca mais inundar a terra novamente. O Arco-íris foi estabelecido como base desta promessa. A linhagem da Bíblia continua de Noé e sua família neste momento.

A revelação de Deus no livro de Gênesis

livro de Gênesis
O casal Adão e Eva são expulsos do Éden após o pecado

O próximo grande nome no livro de Gênesis é Abraão, que é uma pessoa-chave no livro. Através de Abraão a salvação de Jesus Cristo começou a germinar. Ele é o ancestral direto de Jesus e Deus o escolheu especificamente para esta finalidade. Depois de dar a Abraão e sua esposa Sara um filho, Isaque, foi à floração real do plano de Deus.

Esta história em particular é um excelente exemplo de plano perfeito cumprido no devido tempo de Deus. Sara tentou contornar o plano de Deus para dar-lhe um filho o qual não era oriundo da promessa. No entanto, quando Deus faz uma promessa ela se cumpre completamente e o Altíssimo deu a Isaque como sua própria linha do tempo.

Jacó filho de Isaque também é escolhido por Deus para um propósito específico e Jacó não decepcionou, sempre teve fé em Deus e no seu plano, embora de forma meio capenga. Jacó enfrentou a Deus e seu nome foi mudado para Israel. O nome é a gênese dos filhos de Israel, o povo escolhido de Deus no Antigo Testamento.

Jacó e seu filho José, e o simbolismo de seu casaco de muitas cores. José traz para os israelitas no Egito depois de ter sido vendido como escravo no Egito por seus irmãos. José também tem a capacidade divina de interpretar sonhos, é a primeira vez que este dom é visto na Bíblia.

Através da utilização deste talento dado por Deus José é capaz de se tornar uma pessoa poderosa na corte egípcia e um conselheiro de confiança para o Faraó. O livro de Gênesis termina com o povo israelita totalmente transferido para o Egito. O que começa mal, também termina mal. No livro de Gênesis o pecado insultou a Deus, a morte foi estabelecida.

Temas Relacionado:

O último ato registrado em Gênesis é a morte de José no Egito, embalsamado num caixão. Isto é, sem ação alguma. Agora o povo israelita estava por sua conta. Tempos sombrios estavam por vir.

O que você pensa à respeito deste assunto? Deixe o seu comentário, ajude-nos a melhorar cada vez mais 😉

VOCÊ QUER MAIS INFORMAÇÕES?

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages